Esteatose hepática

#dicadanutri por Patrícia Pimenta 12923365_1540815436212286_5202115738369664380_n
No assunto de hoje vou esclarecer um pouco sobre o acúmulo de gordura no fígado, chamado de esteatose hepática. Você já ouviu falar? A esteatose hepática é uma síndrome metabólica que, ultimamente, vem crescendo e sendo cada vez mais comum, principalmente em indivíduos obesos.

A gordura no fígado apesar da dificuldade de diagnostico, em alguns casos causa sintomas como: o desconforto abdominal, fadiga e indisposição. Mas, são comuns, em primeiro lugar, as alterações laboratoriais devido a elevação de até cinco vezes dos valores das enzimas no fígado (hepatograma). Além disso, a gordura no fígado também pode aparecer em ultrassonografias de abdômen.
O nosso fígado sofre calado, então, em mais de 50% dos casos os indivíduos com graus avançados de esteatose não apresentam sintomas algum, por isso é importante fazer uma investigação e, claro, uma prevenção, para evitar um diagnóstico nada agradável.Este acúmulo de gordura pode causar um dano chamado de resistência insulínica, que causa uma infiltração de gotículas de gordura nas células do nosso fígado.
É como se fossem corpos estranhos no nosso organismo, e com isso provocam uma inflamação, causando cicatrizes e podendo chegar a uma cirrose.Então com essa explicação você pode perceber que o excesso de gorduras pode causar um grande mal na sua saúde. Uma boa alimentação ajuda a prevenir a esteatose hepática e outras doenças , por isso pratique exercícios físicos diariamente e procure uma nutricionista.
Beijos da Nutri e boa semana★★★★
Nutricionista Patricia Pimenta
Nutricionista clinica
CRN 151101125 nutricionistapatriciapimenta@gmail.com
♡♡♡♡♡♡♡♡♡♡

 

 

 

 

 

You may also like

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *